Um caso de amor ou um Caso de Abuso?

O caso de Emilly e Marcos, no programa Big Brother, mostrou as duas faces do machismo: A mulher oprimida e o homem opressor, em cadeia nacional, o homem agiu de forma natural, atuando com posturas agressivas e manipuladoras contra a mulher, ele não sente vergonha e nem remorso, afinal a sociedade romantiza o machismo.

RTEmagicC_emillychora.jpg

Emilly chora durante almoço e Marcos consola: ‘Faz exame de consciência’

Quando os homens encenam arrependimento, sofrimento, dor… O mundo tem piedade deles, mesmo que tudo isso, seja apenas uma forma de manipular a parceira e não a verdade de seus sentimentos, prova disso é o fato de que, em pouco tempo eles retornam ao mesmo comportamento.

A violência emocional é uma das modalidades iniciantes do relacionamento abusivo que pode chegar à violência física. Normalmente as pessoas só pensam em abuso e violência quando existem hematomas, sangue e morte, mas bem antes de tudo isso aparecer, existe um abusador e uma abusada, existe uma pessoa que sabe exatamente como destruir a outra para que ela submeta-se completamente as suas vontades.

065714

Não sejamos inocentes, os homens machistas sabem que as posturas deles causam dor e sofrimento, eles fazem mesmo assim, e fazem por que sabem que a habilidade de manipular manterá a parceira aprisionada neste ciclo de violência.

Alguns depoimentos que recebo de mulheres são todos muito parecidos, e mostram que existe modo de operar comum a todos os homens que utilizam – se de machismo para oprimir suas companheiras.

Um manipulador emocional, quem e ele?

Um manipulador emocional é uma pessoa que sempre sai pela tangente quando comete um erro. Por exemplo, ele esqueceu seu aniversário e você vai cobrá-lo disso. Ele prontamente inverte a situação e diz que lamente você pensar que ele esqueceria, que o fato é que ele esta há semanas com depressão, sofrendo sozinho, e não quis te contar por que sabe que você já tem tantos problemas, e creia-me no final deste papo, você estará morrendo de pena da dor dele, e querendo saber mais sobre a dor dele, e querendo ajuda-lo a sanar esta dor, dispondo se a procurar ajuda especializada para ele… Cuidados que ele nunca teria com você. A sua dor? Você engole.

Sempre te deixa insegura e com medo

Por mais estável e duradoura que a relação pareça, você não tem paz, vive insegura, vive a espera da próxima mancada dele, vive a espera do próximo rompimento, da próxima dor, decepção… Sempre tentando se fortalecer para o próximo abuso. Você começa a tentar resistir os impactos, vivendo prisioneira dos ciclos de Lua de Mel e abuso.

Nina-Simone_fotograma_liberdade

Sempre te diz SIMS que raramente se cumprem

Um manipulador emocional é aquele cara que tudo que você pede, ele se dispõe de pronto a fazer. Você diz a ele “Vamos?” e ele responde “Vamos!”, e você ficará na maior euforia imaginando o lugar que vão e as coisas que vão fazer, você fica feliz por que estará do lado dele, curtindo uma situação boa. Mas ele repentinamente desmarca. Ele começa a dar sinais de que não vai acontecer, pisando nas suas expectativas e dando desculpas das mais furadas até as que culpam você por ter dado errado.

Como conta Ana Clara:

“Quantas vezes ele marcava de vir na minha casa me ver, quantas vezes o pai ligou para ele ir buscar no serviço, a irmã ficou doente, a mãe ficou doente, o pneu do carro furou, a família queria ir a algum lugar e ele teria que levar. Ele marcava comigo, eu deixava de marcar outras coisas no final de semana, ele não vinha, eu ficava sozinha e muitas vezes chorava de decepção, ficava mal, sofria… Ele? Depois do termino do namoro soube que ele sempre saiu com várias mulheres nas minhas costas, eu estava em casa chorando e ele estava por ai transando, gozando e sendo feliz, e tratando mulheres de forma utilitarista, como objetos que existiam para satisfazer seu prazer e ego”.

Um manipulador é um cara que distorce a realidade. Você já pensou em algum momento que deveria ter um caderno de anotações sobre tudo que conversou com seu parceiro para que quando fosse cobrá-lo do que ele disse, tivesse certeza absoluta de que ele disse mesmo? Se isso acontece com você, seu relacionamento é abusivo. O que ele esta fazendo com você chama –s e gaslight e trata – se de tentar te enlouquecer.

Ana Clara:

“Eu perguntei para ele varias vezes se ele estava saindo com outras mulheres. Ele dizia que não. Um dia eu estava muito certa de que era mentira, então eu disse a ele “Se você esta saindo com outras mulheres eu quero saber”. Eu sabia, ele dava indícios, eu ligava para ele e o telefone estava ocupado, sendo que ele raramente me ligava, eu o percebia on line boa parte do dia no whatsapp e ele não me chamava pra conversar. Neste dia ele me mandou uma mensagem dizendo:” Eu não estou ficando com ninguém, mesmo que você não confie em mim”. Senti-me péssima e me desculpei. Após o termino do namoro, descobri que ele tinha TINDER desde Dezembro, e estava conversando e saindo com mulheres desde então, nas minhas costas”.

Ana Clara:

“Um dia eu percebi algo importante demais, como se fosse um estalo em minha consciência: Todas as vezes que ele fazia algo errado ele terminava o relacionamento comigo, dizia que não me amava que o fato dele errar assim, era por que ele não sentia mais amor por mim, não estava apaixonado. Imediatamente, o foco da conversava saia da cobrança ao erro dele, para um convencimento dele de que ele estava enganado, que nós nos amávamos sim, e desta forma, ele saia de cena, me deixando completamente deprimida e com a autoestima arrasada, para dali algumas semanas ele retornar, arrependido, dizendo que me amava sim, que queria ficar comigo.”

Na manipulação emocional, o homem confunde a mulher, ela não quer o termino da relação, ela quer discutir o erro dele, e chegar a um ponto que ele faça uma autocrítica sincera e mude, ele por sua vez, quer apenas desestabilizá-la e sair da situação culpando a por suas ações, afinal de contas se ele não ama, deve ser culpa dela, talvez até por que ela faça tantas cobranças, será que e por que ela não é bonita o bastante, por que ele não a amaria? O que tem de errado nela para não ser amada?

Neste ponto instala se uma confusão gigantesca na cabeça da mulher, ela perde se da realidade e entra na antessala do inferno da manipulação, culpando-se pelos erros do abusador. De repente ela se vê implorando para ele perceber as qualidade dela e não ir embora, o erro dele, nem importa mais.

Aléjate-de-los-manipuladores-emocionales-220x300

Os manipuladores são muito hábeis em fazer promessas e não cumprir. Um depoimento pode ilustrar isso:

                            Ana Clara

“Nós nos separávamos quase sempre com o mesmo discurso dele, de que não me amava, de que não queria este relacionamento, normalmente ele fazia isso e sumia uma semana ou duas, mas me mantinha perto, me chamando no whatsapp, querendo saber de mim, conversar… Até que um dia as conversas enveredavam para a saudade que sentimos um do outro, os momentos bons que passamos juntos, e ele aceitavam todas as minhas imposições para voltar, prometia que não faria nem isso e nem aquilo outra vez. Era mentira, em poucas semanas ele fazia tudo de novo.”

Ainda falando de manipulação:

“Ele arrumava brigas do nada, um dia havíamos combinado dele passar o final de semana em casa, ele decidiu na ultima hora que não iria, me deixando muito triste, eu havia pensando aquele final de semana durante toda semana, imaginando as coisas legais que faríamos, e ele não veio. Ele me ligou de manhã dizendo que iria a uma feira de aparelhos de ginástica, desligou o celular, não atendia mensagens, não dava um posicionamento, eu entrei em crise de choro e fiquei muito mal, ele não veio, ele não respondeu as mensagens, ele não ligou de volta. Passamos duas semanas sem nos ver, e ele me disse que aquele dia saiu com outra garota, que eles transaram que ele queria sentir se amado, desejado…”

O resultado de todo esse tempo vivendo um relacionamento com um homem abusivo:

“Eu era professora, estava no auge da minha carreira, era muito admirada pelos meus alunos, isso me fazia muito feliz, mas de repente (não era tão de repente, mas eu não percebi acontecer) comecei a perder a concentração, ter dificuldades para reter conhecimento, dificuldade para elaborar respostas para os alunos. Os pensamentos dentro da minha cabeça pareciam raios passando rapidamente de um lado para o outro. Comecei a ter crises de choro, tremores no corpo, não dormia mais, passava a noite fitando o teto. Fui levada por uma amiga ao psiquiatra que me diagnosticou com Transtorno de ansiedade generalizada (TAG). Fui ao médico com uma amiga por que ele mesmo sabendo do que estava acontecendo comigo, nunca se dispôs a me ajudar”.

“Ele passou a usar meu transtorno, que foi instalado devido ao tratamento que ele me dava, abusivo, para justificar as posturas dele, e ele dizia que ‘Como eu posso ir morar, ter uma relação estável com uma mulher que é instável e perde o controle com tanta facilidade? ’ Eu me sentia culpada, eu acreditava que a forma que eu agia era o motivo dele não querer estar do meu lado e nem me assumir como namorada.”

Depois de um tempo de agressão dissimulada, outro nome dado à violência emocional, a mulher realmente esta destruída emocionalmente, esta incapaz de sozinha de sair do ciclo de violência, ela sente uma louca, uma pessoa sem beleza, sem nada de especial, ela não sabe para e nem como ir, ela não consegue ter atitudes racionais por que o seu emocional esta berrando em seu cérebro 24 horas por dia. A famigerada pergunta “Por que as mulheres não abandonam estas relações?” Pode ser respondida com o adoecimento emocional e psíquico que o abuso machista causa na mulher.

Joana nos relatou:

“Meu vizinho foi buscar uma mulher na Bahia, queria casar com uma moça “decente”. Ele voltou de lá com Dalva, uma mulher negra linda, sem estudos, sem emprego, sem profissão, sem amigos e sem família aqui, completamente dependente dele. Fez 04 filhos nela, e toda vez que ela engravidava, deixava a abandonada em casa e ia para bares ou sair com outras mulheres…”.

“Ele humilhava-a. Ouvia da minha casa ele dizer que ela era repugnante, feia, burra… Ele dizia que ela Só servia para parir. Eu era adolescente, não sabia o que fazer. Um dia ela enlouqueceu. Saiu na rua arrancando as roupas, ficou nua e saiu correndo pelas ruas… O que ele fez? Mandou ela de volta para a família dela na Bahia, junto com os filhos e seguiu a vida dele, tranquilamente.”

IMPORTANTE

Senso de responsabilidade é algo que não existe em manipuladores emocionais. Eles não assumem para si a responsabilidade do seu comportamento, e muitos surgirão como uma autocrítica brilhante, dizendo que é um homem criado em um mundo machista, e que acabou por internalizar estes valores e reproduzi-los. Ou seja, ele fez tudo que fez sem consciência nenhuma do sofrimento que estava causando.

Os manipuladores emocionais sempre parecem pessoas frágeis, confusas, que precisam desesperadamente de alguém para ajudá-los a ser uma pessoa melhor. Fuja se encontrar este tipo. Para exemplificar, Ana Clara nos diz que “Ele me dizia que eu tirei ele da zona de conforto dele, que eu o fiz questionar a sociedade, que hoje ele era uma pessoa muito melhor do que antes de me conhecer. Eu na verdade, acreditava que eu havia criado um monstro, dado a ele armas para mentir e manipular com mais eficiência.”

As mulheres têm adoecido e perdido muito tempos de suas vidas em relacionamentos abusivo, é importante fortalecer as mulheres para que aos primeiros sinais de relacionamento abusivo, retirem-se da relação. Mas se elas não conseguirem e forem engolidas por esta fera manipuladora, é importante ter uma rede de apoio que esteja disposta ajudá-la sem julgamentos:

Ana Clara:

“Um dia, eu achei que enlouqueceria de tanta dor. Nós fomos a uma festa e ele me traiu na minha cara com outra mulher. Não, ele não beijou outra mulher, ele fez sexo com ela, na minha cara. Eu vi. Eu fiquei muito mal. Sofri uma dor lancinante. Nos dias que se seguiram a isso ele não conversava comigo, mesmo sabendo que tenho Transtorno de ansiedade, ele me manteve em estado de espera por dias, ate que apareceu e disse mais uma vez que não me amava, e isso foi a ultima coisa que eu precisava ouvir. Liguei para um amigo, e disse a ele que precisava de uma rede de apoio para sair de um relacionamento abusivo. Ele acionou outras pessoas e estas pessoas se prontificaram. E desta forma, ele saiu da minha vida.”

Importante salientar aqui que a traição nunca é sem querer, não somos animais irracionais que agem por impulsos instintivos. Temos plena capacidade de controlar nossos impulsos sexuais e dizer não a qualquer investida. A pessoa que traí sabe que esta quebrando um acordo do casal e estará fazendo mal a outra pessoa.

casal-traicao-flagra-1478634154708_v2_900x506

“Quem foi traído sofre pela traição em si e pela dor de ver a confiança no parceiro quebrada. O indivíduo se sente magoado, triste, e o episódio provoca insegurança e baixa autoestima”, declara o psicólogo Thiago de Almeida.especialista no tratamento às dificuldades do relacionamento amoroso, de São Carlos (SP).

Os manipuladores pulam de uma vitima para outra e são pessoas que mentem de forma patológica, mesmo quando não há a menor necessidade de mentir, eles mentem, e fazem sempre com a intenção de fazerem se de vitimas para causar a pena de outras mulheres e despertar nelas a necessidade de acolhê-lo.

Ana Clara:

Quando terminamos soube que ele havia dito para varias mulheres que nunca me namorou. Que ele apenas ficava comigo. Ele disse também que eu o humilhava que ele vivia correndo atrás de mim e que eu vivia dando perdido nele, que ele estava cansado de sofrer por minha causa e agora queria sair com outras pessoas, e que só agora eu estava dando valor a ele e correndo atrás dele.

Leiam com muita atenção estes depoimentos e explicações e se te parecer familiar estas situações: Foge! Pede ajuda! Procure uma forma de sair desta relação doentia, onde só quem perde é você.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s