Feminismo sem demagogia – Original

Anúncios

16 respostas em “Feminismo sem demagogia – Original

  1. Olá, estou fazendo doutorado na UnB sobre a construção discursiva da violência e da resistência à violência na internet. Gostaria muito de entrevistá-las para a tese.
    Se puderem, me enviem um email.

    Um abraço,
    Pilar

  2. Tenho acompanhado a página e, após algum tempo sem acessá-la, confesso que estou confusa. Há três páginas… todas estão comprometidas ou ainda há chance de que vocês voltem a ter controle sobre as postagens?

  3. Eu queria pedir pra vocês falarem sobre Materialismo Dialético e Materialismo Histórico. Eu acompanho quatro moderadoras da página, a Gleide, a Verinha, a Lita e a Shirley. Depois de um post da Verinha e o incentivo da Gleide a me aprofundar em ideias de Marx e afins, eu comecei a pesquisar sobre isso. Se fosse possível vocês me ajudarem. Obrigadinha.

  4. Olá, boa noite! Eu fui banido da página do Feminismo Sem Demagogia no Facebook, e… não sei o motivo! Não consigo curtir nem comentar as postagens há algum tempo (apenas visualizá-las). Alguma de vocês sabe dizer o porquê?

    Obrigado pela atenção! Um bom restinho de domingo pra vocês!

  5. Ainda está na mesma, infelizmente! Eu consigo compartilhar, mas não consigo dar likes ou comentar.

    Se ajudar em alguma coisa, meu perfil é o facebook.com/smithbruno.

    Obrigado pela atenção!

  6. Olá, bom dia. Sou aluna do curso de Publicidade na Universidade Veiga de Almeida, estou cursando uma disciplina chamada Foto Publicidade e temos que desenvolver uma campanha como trabalho final.
    Minha proposta é fazer um projeto apoiando a liberdade e a força da mulher na sociedade atual. Queria saber se poderia contar com o apoio de vocês. O que eu preciso é da permissão para colocar a logo no ensaio.
    Posso passar para vocês o layout do trabalho para saber se existe o interesse nessa parceria.

    Desde já agradeço.

    Perla Rodrigues

  7. Questões de gênero: Feminismo

    Boa noite, meu nome é Yasmi Queiroz, e sou estudante de psicologia, e estou fazendo uma trabalho sobre gênero, e a proposta é fazer um documentário, acho que seria ótimo uma contribuição, com um vídeo ou um áudio de preferência sobre o assunto se possível. Ou até um texto, ou comentário mesmo.

    Algumas perguntas que poderiam ser norteadoras :
    – Quantos membros vocês possuem?
    – Qual a perspectiva de vocês do que é gênero no contexto social atual?
    – A quanto tempo vocês administram essa página?
    – Porque surgiu a ideia dessa página?
    – De que forma vocês se identificam com o que é dito nela?
    – Qual a visão que vocês possuem sobre esse assunto? e qual a importância dele para vocês?
    – E o que acham de utilizar as redes sociais para disseminação desses pensamentos?

    Não precisam responder exatamente, é como e se sentirem confortáveis para isso, e depois vou mandar todo material para vocês. Obrigada pela atenção, parabéns pelo trabalho.

    • 1) Somos em 10 administradoras
      2) Gênero é uma construção social usada para delimitar espaços sociais e inferiorizar a mulher desde a invenção da propriedade privada, quando ficou divido as funções entre homem e mulher, tirando as do trabalho produtivo e relegando as a serem parideiras de herdeiros do excedente de produção e cuidadora destes herdeiros assim como também do homem que por deter os meios de produção e produzir sustento, passou a ser considerado superior a mulher e a submetê-la.
      3) Desde Outubro de 2012, já passamos por algumas formações mas esta atual é composta por mulheres das primeiras formações e novas convidadas, todas Marxistas.
      4) A página surgiu para falar de feminismo com as mulheres, mas de um feminismo que não estava pautado naquele momento, que é o que faz recorte de classe.
      5)Nós somos todas marxistas, nos identificamos como nossa produção por que ela parte de uma militancia ativa tanto na vida real como virtual pela luta de classes contra opressão capitalista, que inclui as mulheres também, já que somos 50% da classe trabalhadora, este viés que se ocupa prioritariamente das necessidades das mulheres trabalhadoras é nossa identificação.
      6)Entendemos que o feminismo sem a luta anticapitalista por um mundo socialista não será eficaz, pois as opressões estão ligadas a este sistema que se nutre delas para lucrar em cima dos oprimidos que forma exercitos de reservas, recebendo salários rebaixados e piores colocações no mercado de trabalho. São estes também que são excluidos das possibilidades de formação, e possibilidades que possam colocá-los em pé de igualdade para disputar as vagas de emprego, num mundo que louva a meritocracia, a desigualdade e opressão imperam, impedindo as oportunidades iguais para todos, para que todos partam de uma mesma linha de corrida. Somente o socialismo dará esta condição, eliminando a opressão de classes.
      7)É um mecanismo importante de agitação e propaganda, usamos neste sentido, é bastante eficaz, tem muito alcance, e tem propiciado formação de opiniões baseado em uma nova moral.

      Verinha Kollontai

  8. Olá meu nome é Awdrey Sasahara, sou jornalista e trabalho como Editor-Chefe no Jornal Egbé, que tem distribuição impressa na cidade de Itanhaém-SP. Além disso temos nossa versão online disponível no site http://www.jornalegbe.com na qual a convido para leitura.
    Nosso jornal tem um viés cultural e educacional, sendo de distribuição gratuita e com tiragem de 7000 exemplares. Temos uma periodicidade mensal, sendo que a cada edição abordamos um tema central a ser discutido. No mês de agosto falaremos sobre a mulher na sociedade. Pesquisando na internet entrei em contato com seu trabalho e achei muito legal.
    Gostaria de fazer uma entrevista com alguma de vocês para ser publicada, no qual pudesse falar sobre seu trabalho e algumas questões sobre a mulher nos diversos setores da sociedade. Se puderem me ajudar e tiverem interesse envio as questões por email, mas já deixo de antemão meus contatos para de repente fazermos até uma parceria.
    Agradeço desde já
    Tel/WhatsApp/Telegram (13) 99682-7120
    Facebook: Awdrey Sasahara
    Email: redacao.jornalegbe@gmail.com
    Site: http://www.jornalegbe.com

  9. Olá!
    Me chamo Thallýa , gostaria de saber com quantos meses uma maturação Normalmente Atrasa?
    Por favor, espero a resposta… 😉😶

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s